sexta-feira, 1 de junho de 2007

A festa Pré-WGT 2207

Sería de pensar que mais de 160 bandas distribuídas ao longo de 4 dias seriam suficientes, mas a organização do Wave Gotik Treffen pensa que não. E para aqueles que chegam a Leipzig no dia antes há sempre algo que vale a pena ver e ouvir, algum sítio onde vale a pena ir.

Este ano, no Moritzbastei, a festa foi gratuita para os portadores de bilhete para o festival e juntou a banda local Amnistia aos bem conhecidos Diorama num local que foi insuficiente para tantos espectadores.


O Moritzbastei é um labiríntico complexo subterrâneo com mais de 450 anos recuperado por estudantes nos anos 70. Isso quer dizer salas pequenas, sem ventilação e poucas condições de conforto para as centenas de pessoas que ouviram o concerto nos corredores por não caberem no recinto. Ninguém se importou porque o importante é estar no Moritzbastei, o grande sítio da noite em Leipzig, onde bandas e espectadores convivem lado a lado sem vedetismos.

Os Amnistia, na véspera do seu primeiro album, e frente ao público caseiro não desiludiram e puseram todos a dançar com o seu EBM/Electro simples e directo que fará inveja a muitas bandas "maiores".



Os Diorama seguiram-se rapidamente, para um concerto de aclamação onde correram todos os maiores hits da sua já considerável carreira, à semelhança do que aconteceu no seu concerto em Leiria, em Março de 2006. O espaço diminuto, a empatia com o público, principalmente feminino, e a proximidade do mesmo ao palco empolgaram os músicos a um grande concerto, com o pormenor caricato de as palmas não pararem, mesmo quando Wendt pedia ou tentava falar, deixando-o embaraçado em palco sem saber o que fazer com tanto apoio.


Enviar um comentário

  ©

Back to TOP