sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Halloween - As origens

O Halloween teve a sua origem na Civilização Celta, há cerca de 2.000 anos atrás. Os Celtas ocupavam as áreas da Irlanda, Reino Unido, Norte da França, Norte de Portugal e Galiza. Estes adoravam a beleza da natureza, os seus Deuses principais eram o Deus Sol e Samhain - Senhor dos Mortos e do tempo frio do Inverno.


No calendário Celta, o último dia do ano é o 31 de Outubro, celebrando-se o Samhain, a festa mais importante. Nesta altura há ligação com dois mundos e dois anos, é o momento priveligiado em que o mundo humano comunica com o síd (o Outro Mundo), acreditando-se que durante a noite os espíritos dos mortos vagueiam pela Terra.


Os druidas acendiam fogueiras nos topos das serras; o fogo, no qual sacrificavam animais em honra do Deus Sol, era considerado sagrado. À meia-noite a adoração ao Deus Sol terminava para começar a adoração do Samhain. Os Celtas nesta noite vestiam peles e cabeças de animais e organizavam grandes festins imitando o que se pensava ser o Outro Mundo.


Os druidas ocupavam o topo da hierarquia (Le Roux, 2003), eram verdadeiros sacerdotes, celebravam o culto, além de que prestavam justiça, entregavam-se às especulações filosóficas e teológicas, e com base no conhecimento das ciências da natureza praticavam a medicina (Markale, 2002). Os druidas eram mais importantes que o próprio rei. “O druida é todo o sacerdócio e [...] o rei é toda a política” (Le Roux, 1991).

Por volta do ano 43 depois de Cristo, quase toda a totalidade do território Celta foi conquistado pelos Romanos e nos séculos seguintes as quatro principais festas Celtas foram cristianizadas. Samhain tornou-se assim o dia de Todos os Santos celebrado a 31 de Out (em inglês All Saints Day ou ALL Halows Day, a terminologia foi evoluindo de All-Hallows Eve para a actual designação: Halloween). Por volta do ano 1000, o dia 1 de Novembro foi declarado como o dia dos Mortos. Apesar desta imposição e tentativas várias da Igreja Católica para terminar com o Samhain, a sua celebração não desapareceu.

Actualmente, o Halloween ainda é uma noite de superstição e mistério. Uma altura especial em que devemos honrar os nossos antepassados.

Fontes:

www.history.com
Le Roux, Françoise ; Guyonvarc'h, Christian-J. - A Sociedade Celta : na ideologia trifuncional e na tradição religiosa indo-europeia. Mem Martins : Europa-América, D.L. 1995

Markale, Jean – O Cristianismo Celta: e as suas sobrevivências populares. Esquilo : s.l., 2002

Le Roux, François; Guyonvarc’h, Christian-J –A Civilização Celta. Forum da Historia, . Mem Martins : Europa-América, D.L. 1993

Enviar um comentário

  ©

Back to TOP