segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Day 3 - Lock The Target

Eis que findo o 3º dia do Festival se aproveita o feriado para recarregar as energias.

1N.C1.D3.N7 (incident) banda portuguesa constituída por um único elemento inciou a sua apresentação por volta das 23h30 com uma sonoridade bem composta e refinada ao estilo de IDM/Industrial captou a atenção do público e abrindo de uma forma bem positiva este primeiro dia. Seguiu-se outro gupo nacional, os Violet and The Mutants que com um electro mais experimentalista trouxe-nos uma grande diversidade de sonoridades, umas mais próximas ao trance, outras ao industrial e ao electro. O Lock the Target apostou nas bandas nacionais e provou ter sido uma aposta de sucesso devido à crescente qualidade do que se vai fazendo em terras lusas.

O auge do Festival surgiu com a prestação dos E-Craft, grupo de forte impacto EBM levou ao rubro a noite na cidade invicta. "Mosh" e "Crowdsurfing" em grande escala foi a resposta do pessoal que assistia ao concerto. Algo exagerado na nossa perspectiva já que tal poderia dar azo a algum incidente de maior; houve algumas quedas e o som a dada altura também sofreu com os "mosh's". O Próprio vocalista - Guido Henning, deu um pontapé a uma garrafa de superbock no entusiasmo crescente da sua prestação chegando a cair no palco, erguendo-se logo de seguida. Segundo uns fãs que acompanham E-craft por todo mundo lá iam dizendo no final: "It was the best concert ever". Sem dúvida que foi um grande concerto para os aficionados. O Festival finalizou com os Dj's Replycant e ISK a passar som e o pessoal a curtir até às tantas da noite, já que o E-craft só terminou às 3h25 da manhã.

Para concluir e antes de efectuarmos uma review mais detalhada, o Portal Gótico dá os parabéns a toda a organização que lidou com alguns, pequenos, problemas com elevada competência, e a todas as bandas que se esforçaram para que se levasse o pessoal ao rubro neste fim-de-semana invernal portuense.

Enviar um comentário

  ©

Back to TOP