quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Festirock 08 - 2º dia

Mais uma noite gelada no Montijo mas o público aumentou de sexta para sábado. Os Moonspell arrastam muita gente para onde quer que vão...

Não cheguei a tempo de ver a banda local, os Thirteen Degrees to Chaos. Uma nota para a organização: com portas a abrir às 19h00 sería extremamente positivo criar uma área de refeições minimamente decente. Havia a típica roulote mas nem uma mesa, ou uns bancos corridos como nos outros festivais. E estava muito frio...

A primeira banda que vi foram os We are the Damned. A vocalista da banda de Lisboa bem tentou animar a asssistência e não parou um segundo em palco. Para fim foi uma surprendente voz feminina numa banda de metal, vão ouvir...


Seguiram-se aqueles que foram os melhores dos "menores". Os W.A.K.O.. Apresentaram no Montijo um som muito maduro, uma atitude e presença em palco de quem sabe o que faz e já tem experiência em enfrentar uma audiência.


E finalmente a banda que todos aguardavam. Com o pavilhão bem composto entra a banda de Fernando Ribeiro para gáudio geral. Como o próprio disse várias vezes durante a noite estava em casa mesmo não sendo do Montijo.
Foi um concerto baseado principalmente no último album mas frente ao exigente público da margem sul não faltaram as visitas ao Wolfheart, ao Irreligious ou ao Opium por exemplo. Houve ainda direito à primeira performance ao vivo de Dreamless (Lucifer and Lilith).
Foi um concerto bastante interactivo com o público, com elogios de Fernando Ribeiro aos verdadeiros fãs de Moonspell que saíram para os ver enfrentando o frio e a chuva e um desabafo sobre o já famoso DVD que está nas bancas. Querem melhor prenda de Natal?






Enviar um comentário

  ©

Back to TOP