sábado, 13 de junho de 2009

Amália Hoje com as vocalizações de Fernando Ribeiro em o "Grito" e Sónia Tavares "Gaivota" e o "Medo"

"Grito" Voz de Fernando Ribeiro

Este projecto [Amália Hoje ] consiste na homenagem a Amália para se realizarem versões dos fados sobejamente conhecidos. Nuno Gonçalves o responsável pelo álbum explica o porquê de ter optado pela voz de Fernando Ribeiro e demais.

"O Fernando aparece-nos para dar intenção às palavras e também intensidade. Sabemos da ligação dele à poesia e à língua Portuguesa, já editou livros (…) Eu queria trazer esse dom das palavras. Se eu queria que o Fernando trouxesse o dom das palavras, queria que a Sónia trouxesse o coração, o sentimento, a alma, o não haver impossíveis para a voz dela."

A apresentação do álbum teve início com um vídeo, onde era mostrado o percurso da banda durante a criação do disco, os momentos em estúdio, até ao produto final. No fim do vídeo, passou-se à música. No início de casa música, a banda fazia uma pequena nota introdutória sobre a mesma. A primeira a ser apresentada foi “Gaivota” pela voz de Sónia Tavares, que foi o primeiro single da banda a ser apresentado.

"Gaivota" Voz de Sónia Tavares (The Gift)

A terceira música, segundo a banda, era “intocável. Foi uma música da altura que Amália pensou em suicídio e a música escolhida para tocar no seu funeral. Só tivemos conhecimento disto já em fase de entrevista, depois do álbum sair”. Essa música é “O grito”. Foi para o público uma surpresa tendo em conta que o seu intérprete, Fernando Ribeiro, é o vocalista da banda portuguesa “Moonspell”. Por isso, o seu registo habitual é diferente deste projecto.

Por último a canção “Medo”, numa versão arrepiante cantada por Sónia Tavares.
"Medo" Sónia Tavares
in superior.unisla.pt

Enviar um comentário

  ©

Back to TOP