segunda-feira, 31 de maio de 2010

Lançamentos da semana (23/10)

Current 93 - Like Swallowing Eclipses (Dreamt by Andrew Liles)

Nitzer Ebb - Industrial Complex

Taste of Decay - 1984-1986

Dernière Volonté - Immortel

Smashing Pumpkins - Teargarden by Kaleidyscope Vol 1: Songs for a Sailor

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Jay Ashton (Gene Loves Jezebel) sobrevive a um voo infernal

Jay Ashton (aka Aspon) da banda gótica inglesa dos anos 80, Gene Loves Jezebel, encontrava-se de regresso a Los Angeles via Londres, após ter actuado no Wave Gothik Treffen, quando a meio do oceano Atlântico o avião é atingido por uma forte turbulência. O voo 935 levava mais de 200 passageiros quando sofreu os violentos choques, resultando em feridos com alguma gravidade chegando mesmo alguns passageiros a ter fracturas expostas.




quarta-feira, 26 de maio de 2010

Eventos da Semana (22/10)

Sexta, 28 de Maio
----------------------

Almada, Covil Bar
[Festa] Sludge Factory


Lisboa, Metropolis Club
[Festa] Rockline Tribe


Porto, Arco da Velha
[Festa] Ineya + Yavana


Porto, Heavens
[Festa] Vintage Lab


Sábado, 29 de Maio
------------------------

Almada, Covil Bar
[Festa] I love the 80's


Lisboa, Metropolis Club
[Festa] The Final Hour - Tribute to Ian Curtis - Post Punk, Goth Rock, Deathrock, Batcave


Porto, Heavens
[Festa] Dark Night

Porto, Pherrugem
[Festa] Dj Reed


Porto, V5
[Festa] Dj Division



Para divulgação de eventos, por favor envie com antecedência press release + cartaz para info@portalgotico.com

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Lançamentos da semana (22/10)

Noblesse Oblige - Malady

Goatvargr - Black snow epoch
ESC - Eight thousand square feet


Fire in the head - Confessions of a narcisist

Solemn Novena - Kiss the girls

domingo, 23 de maio de 2010

Post-punk/pós-punk - género musical e contextualização

O pós-punk tem a sua origem no Norte de Inglaterra pós-industrial, nomeadamente em cidades como Manchester, Leeds e Sheffield.
A Inglaterra pós-industrial debatia-se com uma enorme crise social e económica devido essencialmente ao vasto encerramento das fábricas que originou um exponencial aumento do desemprego traduzindo-se numa depressão económica e mental da sociedade e crescente aumento da pobreza. Politicamente, o partido trabalhista (Labour) encontra-se no governo desde 1975 e no inverno de 1978-1979 dá-se o "Winter of Discontent", período em que haveria um vasto número de greves contra as políticas do actual primeiro-ministro James Callaghan, entre as quais, o congelamento dos salários para controlar a inflação do país. Em 1979 ascende ao governo o partido conservador com Margaret Tacher... mas nem tudo corre bem... Margaret Tacher privatiza grandes empresas como British Aerospace (1981), British Telecom (1984) e incentiva as empresas inglesas a deslocarem as suas fábricas para países em vias de industrialização como a China e a Tailândia, o que veio a originar o encerramento de muitas mais fábricas e o aumento vertiginoso do número de desempregados de 1 milhão (1979) para 3 milhões (1980).

O Pós-punk ou post-punk como movimento musical surge nos finais da década de 1970 e tem a sua origem no punk, o qual já vinha a dar cartas em Inglaterra desde o início da década. O pós-punk pega em conceitos da subcultura punk como o "DIY lifestyle" (Do it Your Self). As pessoas começam a escrever e a publicar revistas, conhecidas por fanzines. Nas fanzines escrevia-se de tudo desde a poesia, críticas, letras de músicas, etc. Os artistas expunham as suas obras fora das galerias, preferindo expor a sua arte nos Bares Nocturnos ou edifícios devolutos. Por seu lado, as bandas criavam e e editavam a sua própria música, criando editoras independentes, sendo que a mais conhecida é a Factory Records, criada em 78 e de que faziam parte grupos como Joy Division, New Order, A Certain Ratio, Happy Mondays,...etc.

O termo Post-punk surge pela primeira vez pela revista musical inglesa Sounds Magazine em 1977 para descrever o som de Siouxsie and the Banshees. Nesse mesmo ano (1977) surge um grupo claramente anti-social e que se auto-denomina “Geração X” ou “The Clash”. É igualmente em 77 que é lançado um álbum de estreia de uma banda punk com contornos políticos “Nevermind The Bullocks: Here's the Sex Pistols." Os Sex Pistols elevaram na Inglaterra a geração punk a uma moda.

É neste ambiente conturbado social (referido anteriormente) e musicalmente que se dará a chamada ”punk revolution”, ou seja, o surgimento de bandas que, inspiradas pelo espírito e pela música e crueza (estado bruto) do Punk, enveredam por novas áreas e por um experimentalismo musical.

O Pós-punk perde a essência de revolta sonora e politica do punk tornando-se num género musical mais complexo, elaborado e diverso. Surgem então bandas como Roxy Music e David Bowie por um lado, e por um outro Joy Division (1976) e The Cure (1978*) que criam ambientes sombrios com o uso de sintetizadores (máquina de ritmos).


Porém, é na década de 1980 que o post-punk atinge a sua plenitude e é através deste movimento que surge o Gothic Rock, Industrial e Rock alternativo. O Pós-punk enquanto estilo musical, modo de estar e mentalidade está ainda presente nas diversas "sociedades" undergrounds.



Algumas Bandas de Post-Punk:

The Cure
Echo & the Bunnymen
Joy Division
Lene Lovich
New Order
Siouxsie and the Banshees
Talking Heads
Bauhaus
The Birthday Party
Cabaret Voltaire
The Cramps
The Creatures
Depeche Mode
The Mekons
The Psychedelic Furs
Violent Femmes
Nick Cave
The Chameleons UK
Nina Hagen
The Jesus and Mary Chain
The Lords of the New Church
New Model Army
Simple Minds

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Cinema - Pesadelo em Elm Street

Nancy, Kris, Quentin, Jesse e Dean vivem em Elm Street. Durante a noite, todos têm tido o mesmo sonho – um homem com uma camisola vermelha e verde, listada, com um velho chapéu a tentar esconder uma cara desfigurada e uma luva com lâminas na mão direita. E todos ouvem aquela assustadora voz... Um por um, os amigos são aterrorizados nos seus sonhos, onde esta presença dita as regras. Quando acontece uma morte violenta, eles apercebem-se que o que acontece nos sonhos, acontece também na vida real, e a única maneira de se manterem vivos é não dormindo. Os quatro amigos que sobreviveram começam então a tentar descobrir porque fazem parte desta história negra, e o que os liga a este homem. Enterrada no passado está um dívida que agora tem de ser paga, e, para não morrerem, eles têm de entrar também na mente do pesadelo mais obscuro... Freddy Krueger.

Em exibição aqui.


Red Industrie - Entrevista

Os mexicanos Red Industrie acabam de lançar o seu segundo álbum: "Switch!". Aqui deixamos uma entrevista a Red Industrie sobre a banda, o álbum e as respectivas músicas.


RED INDUSTRIE -what's the Background to your bandname ?
I wanted a name that were on more than one language, and wanted something “industrial” and “retro” and reflecting soviet stuff like the cold war or so (at the beginning) and I though about “red” as is a colour for soviet stuff and associated with the star of the logo immediately. Then needed something else “red --- what?” and then needed something industrial, and I wanted to be in French/German written “industrie” but its complete pronounced “red industry” just written “red industrie” or in Spanish”industria roja” that sounds very communist or soviet. I don’t hate capitalism, but I criticize consumism and I like some ideas of the soviet stuff, besides in all industrial all school names is associated the star and the soviet stuff, like the Nitzer Ebb album “that total age”.

Helder, besides RED INDUSTRIE, you work on a second project called ISIS SIGNUM. How do you separate them from each other?

- Helder: I just don’t have Isis Signum, also have W.A.R.D.R.O.B.E. with a suicide girl on vocals, we have done some live shows and have an album too. And have been in the past Pro:activ (and released a track on Infacted 2 compilation) and have been Optical Frequence (and released a track on Infacted 1 compilation). Isis Signum it’s the most recognized one for the several compilations in Europe I have been appearing at, and for the vocals by Sara Noxx, Ayria and many others very known on the scene, that helped a lot.
The difference is that for me Isis Signum was something with other “divas” I wanted to do, very electroclash, very female vocals, etc. but Red Industrie, is my core, my essence and I have been enjoying it very much as the best project to me know, and as I do front and main vocals there, lets say its my essence, my heart. Also have the opportunity to play totally live with Red Industrie and be at the front on vocals, and its very nice the feeling. And Red Industrie its more underground, I think.

How long did it take you to compose the album SWITCH ?
- Helder: I needed 1 year or little less as some songs lets say were lefted out from “ciencia ficcion” the debut cd, for time, unfinished, etc. then I was contacted by some labels in 2009 telling me that need to prepare something “unreleased before” and “exclusive” for a contract, then I worked hard on the songs ai had unfinished and look out for producer and did the rest final touches. So take like 9 months or so, the producer time, the mastering time, the vocals time and remixers needed their time too. But lets say was cocked since 2008 as were part of ideas I had for “ciencia ficcion”. Now im working on the next one hehe ;)

How do you describe the GENRE of RED INDUSTRIE ?
- Helder: my style it’s a combination of several “subgeneres” and you can labelled as what you want, but me, I define it as “futureclash body music” or a combination of “synthpop+ebm+electro with a very tendence to electroclash” futureclash is what I call to the “next generation” sounds and artists of synthpop+ electroclash.

We notice well-known guesst like Psyche and Sara Noxx appearing on the album. Why did you consider those musicians for duet collaboration?
- Helder: its easy, first, cause both are my friends and I have even meet them in person in europe and also have done works before for my label. Darrin if Psyche I meet him in rostock at his show (2 days before I did a DJ show there) in 2007 and he is very nice friend of sara noxx and ayria, both good friends and vocalists of isis signum. And sara noxx and I even did a live show as isis signum in milan italy in 2007 and she have been singing in isis signum since 2005. so I always recruit people who are friends, who are respected, who I admire or who I am fan of. Then even me I like my album as have all the artists I like colaborating there ;) and doing a vocal duet, its an honour ;)

Why did you choose "Going round" from Clan Of Xymox for the solitary cover version on this album?
- Helder: Because its one of the most electronic tracks from COX and cause was one of my favorites since the remake of that one in 1997 for the album “hidden faces”. its not too dark, not too gothic, not too electronic, its very good one ;)

My Victory: 

Helder: this song reflects who my life have been changing and I triumph against all ex girlfriend’s craps, problems, and life issues, its my “personal victory” and was the thought opening track for the album and was perfect for duet with Psyche. It’s a soft-medolic/beat track. And its inspired on how I felt last year in my personal life.

Domination:
Helder: I love fetish issues and stuff, I have books, I have been asisting to fetish mascarades in canada, etc. love that stuff so I wanted to do that stuff as a track. The lyrics speaks it self ;) and the rhythm/sounds its inspired on the early electroclash tracks of david carretta, dj hell, etc. also electroclash fits for fetish stuff very well hehe ;)

Flesh and Blood:

Helder: I always wanted to do a vampire song, I used to like blutengel (early years) and tristese de la lune, etc. and even my dad used to love vampire films (lets say I entered the gothic stuff cause of his influence and taste for the vampires, ghosts and unexplained stuff) and this was a chance to do a song about vampire stuff. The lyrics told about im turing the girl into a vampire, and she wants me to take her blood and turn her for eternity “I can be your darkness, you are my night” its in english, spanish and some little german hehe.

Anti-Cultura:

Helder: this song is based on an Isis Signum song named “plastic culture” with vocals by Kindel of liquefaction, released in 2007. lets say it’s the “part II” for that song. I like it a lot as it speaks againts the system and the “plastic fashion” or the world we live in that tells that if you are not on fashion “you are out, not inn” that its CRAP. So I did this one to protest against the system we live inn. The sounds, again very synthie/retro/electroclashed.


segunda-feira, 17 de maio de 2010

Eventos da Semana (21/10)

Quinta, 20 de Maio
-----------------------
Porto, Pherrugem
[Festa] Djs Ineya + Romeo
Sexta, 21 de Maio
----------------------

Almada, Covil Bar
[Festa]
Hell's Jukebox - Especial 80's


Lisboa, Metropolis Club
[Festa] Funeral Party - Post Punk, Punk Rock, Goth Rock, Deathrock, Batcave, Alternative Indie



Porto, Heavens
[Festa] Dj Annoying + Schanine


Porto (V.N.Gaia), Parke
[Festa] Bouquet of Dreams


Porto, Spot
[Concerto] Tributo a Ian Curtis

Entrada: 3 euros
24h.


Sábado, 22 de Maio
-----------------------

Almada, Covil Bar
[Festa] Visual Jam "Last Stop Japan"




Lisboa, Metropolis Club
[Festa] Depeche Mode Party - 80’s, Rock, Pop + Depeche Mode Influences



Porto, Fábrica do Som
[Concerto] La Chanson Noire
Entrada: 5 euros
22h.


Porto, Heavens
[Festa] Dj Hunter + Das Evil Machine


Porto, Ninho de Nosferatu
[Festa] Kaotic Visions - Djs Ishtar + Laika

Porto, V5
[Concerto+Festa] Artane + Dj Set Lilith + Division



Para divulgação de eventos, por favor envie com antecedência press release + cartaz para info@portalgotico.com

Lançamentos da semana (21/10)

Sweet William - Brighter than the sun

Edge of Dawn - Anything that gets you through the night

Heilemania / In strict confidence - Laugh, cry and scream

Ascii Disko - Stay gold forever gold

Geomatic - 64 light years away

domingo, 16 de maio de 2010

LOUD! Magazine com secção gótica e industrial

A LOUD! Magazine, revista geralmente dedicada ao Metal, abre, a partir deste mês, o seu campo editorial às subculturas associadas ao gótico e ao industrial.

A nova secção "Whispers in the Dark", que conta com a participação do ex-editor da revista Elegy Ibérica, destina-se a divulgar e apoiar este específico cenário musical e contará com selecções de entrevistas e críticas especiais sobre o tema.


Site oficial: Loud Magazine

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Red Industrie editam novo trabalho: "Switch"!

Os Red Industrie são do México e são formados por Helder Camberos (aka Isis Signum) e sua mulher. Esta sexta-feira lançam o seu mais recente trabalho: "Switch"! pela chancela da ElectroArc. As letras são da autoria de Helder Camberos e focam o universo do industrial, gótico, vampirismo, ficção científica, etc. Por falar em ficção científica, o álbum de estreia da banda, em 2009, intitulava-se “ciencia ficcion" e foi lançado no México pela editora Advanced Synergy.

"Switch"! conta com a colaboração de Sara Noxx, dotando de uma profunda harmonia a faixa “Your Wish is my Command”. Neste álbum está igualmente presente uma cover dos Clan of Xymox “Going Round”.



Tracklist:
01. My Victory
02. Domination
03. Flesh and Blood
04. Industrial Dancing (Angstfabrikk Remix)
05. Artificial Part II
06. Going Round 2010
07. Anti-Cultura
08. Your Wish is my Command (feat. Sara Noxx)
09. Switch
10. Domination (Darkmen Remix)
11. My Victory (feat. Psyche - Dr Benway Remix)
12. Artificial Part II (Strange Connection Remix)
13. Your Wish is my Command (feat. Sara Noxx - Autodafeh Remix)


terça-feira, 11 de maio de 2010

The Chameleons em Julho no Santiago Alquimista


Os britânicos The Chameleons vão actuar a 03 de Julho no Santiago Alquimista, em Lisboa, 25 anos depois de terem tocado na capital, no Rock Rendez-Vous.

A banda de Mark Burgess surgiu em Manchester em 1981 na vaga pós-punk do Reino Unido, pouco tempo de depois de outros projectos como Echo & The Bunnymen e The Cure.

O primeiro álbum de estúdio, "Script the bridge", data de 1983 e é considerado o melhor da carreira dos Chameleons, somando-se a ele várias sessões que gravaram com o radialista e divulgador John Peel.

Um ano depois da estreia discográfica passaram por Portugal para tocar, em 1984, no Rock Rendez-Vous.

O grupo rompeu em 1987 e só voltou a ser reactivado no virar do milénio com a edição dos registos "Strip" (2000) e "Why call it anything" (2001), embora nos anos 1990 tenham sido lançados vários álbuns gravados ao vivo.

Interpol, The Horrors e Blacklist são alguns dos projectos mais recentes a quem são atribuídas influências dos Chameleons.

Do grupo fazem parte Mark Burgess (voz e baixo), Reg Smithies (guitarra eléctrica), Dave Fielding (guitarra elétrica) e John Lever (bateria).


Fonte: Diário de Notícias


Os bilhetes para ver o espectáculo da lendária banda do pós-punk britânico, bem como a after party com vários DJs, custam 20 euros em pré-venda e 25 euros no local.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Sirenia e Lacrimas Profundere no Festival Caos Emergente 2010

O festival Caos Emergente acaba de anunciar os primeiros nomes a fazer parte do cartaz deste ano. Felicitamos pois a escolha de duas bandas de renome: Lacrimas Profundere e Sirenia.

Outras das bandas anunciadas foram: Mayhem, Sworn Enemy, Necrophagist, Dew-Scented, The Ocean e Secrets of the Moon. Mais nomes surgirão em breve.

Recorde-se que a edição deste ano do Caos Emergente Open Air realizar-se-á entre os dias 16 e 18 de Julho, em Vila Maior, São Pedro do Sul (Viseu), local que reúne as condições paisagísticas ímpares e essenciais à estadia dos milhares de festivaleiros que anualmente assistem ao evento.
O preço do bilhete para três dias é de 49 euros (à venda brevemente) e inclui acampamento gratuito.

Site oficial do Festival: Caos Emergente

Eventos da Semana (20/10)

Terça, 11 de Maio
------------------------

Almada, Covil Bar
[Festa] Sangra Peregrino Sangra


Quarta, 12 de Maio
-------------------------


Porto, Ninho de Nosferatu
[Festa] 7 Sins/ 7 Dj's



Quinta, 13 de Maio
-------------------------

Porto, V5
[Festa] Djs Ineya + Reed



Sexta, 14 de Maio
-----------------------

Lisboa, Metropolis Club
[Festa] The Prodigy Tribute Night - Electro, Industrial, Harsh, Rock, Crossovers


Porto, Heavens
[Festa] Halloween Productions - Tributo a Peter Steele



Porto, Ninho de Nosferatu
[Festa] Decades "Shadow Play" - Ian Curtis 30th Anniversary


Sábado, 15 de Maio
------------------------


Almada, Covil Bar
[Festa] Noite de Tributo a Metallica



Lisboa, Metropolis Club
[Festa] Back to the 80’s - 80’s and early 90’s


Porto, Heavens
[Festa] Dj Sérgio P + convidado


Porto, Ninho de Nosferatu
[Festa] Crime Scene Industries Dj Set


Porto, V5
[Festa] Tribute Night Lolitas and Animes



Para divulgação de eventos, por favor envie com antecedência press release + cartaz para info@portalgotico.com

domingo, 9 de maio de 2010

Lançamento do nr. 4 da Revista Abismo Humano

Dia 21 de Maio, às 22h no Centro Chokurei, Lisboa:

Orryelle na voz, no violino, e na performance teatral, acompanhado por Lila Lilith com dança do ventre e butoh, mais Epic, com técnicas de Glassblowing.
Lançamento da revista Abismo Humano nº4, e SilkMilk nº4.


vídeo: The Alchemy of the Tela Quadrivium Part 2
Mais informações em : Revista Abismo Humano

  ©

Back to TOP